Sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

Belas Compras - Novo Link

 

 

Em exibição na blogoesfera por tempo ilimitado o novo link para compras fantásticas! Vai haver de tudo! Toca a espreitar!

 

http://belas-compras.blogs.sapo.pt/

 

 

 


publicado por Pinky às 16:52
link do post | comentar | favorito
|

Gente Que Não Tem O Que Fazer

                   

 

Final do mês, altura complicada de trabalho. Há que fechar o mês a tempo e horas. Uma pessoa com tanto que fazer e outras sem ter com o que se preocupar. Ontem, uma elegante senhora (tchanan, segundo uma colega do atendimento), entra na loja para efectuar o pagamento da sua factura. Efectua o pagamento e sem grande alarido, pede o livro de reclamações à funcionária. Qual não é o meu espanto quando esta reclamação me chega às mãos e leio que a dita senhora reclama o facto de a nossa loja não ter disponível o famoso gel desinfectante de prevenção do vírus H1N1. A dita cuja acha inadmissível que nos tempos que correm e com o elevado risco de propagação do vírus não haja o gel para poder borrifar as mãos e ficar livre de qualquer perigo!

 

Sou sincera, não tenho paciência para esta gente que não tem o que fazer e me vem dar mais trabalho e aumentar o número de reclamações recebidas. Se me estraga a média tá lixada! :p

 

 

Bom Fim de Semama!

 

 


publicado por Pinky às 10:20
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Outubro de 2009

Há Dias Em Que Nem Eu Própria Me Percebo...

 

Se há dias em que me apetece subir a um monte bem alto e gritar, hoje é um deles. Hoje é daqueles dias que me apetece fazer tudo menos aquilo que tenho para fazer, daqueles dias que me apetece tar em todo o lado menos onde tenho que estar. Hoje se não fosse um dia em que não posso mesmo faltar ao trabalho, ligava a dizer que tinha passado mal a noite e que não estava em condições para vir trabalhar! Mas obrigações são obrigações! Acordei mal humurada e nem sei bem porquê. Será do tempo? Mudança da hora? Da Lua? Vá se lá entender...

 

Sinceramente há dias em que nem eu própria me percebo!

 

 

sinto-me:

publicado por Pinky às 12:08
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

Eu Não Vou E Vocês?

 

Os bilhetes para o concerto mais esperado do ano de 2010 esgotaram em apenas 4 horas! Lá se foi a esperança de poder estar presente nesse grande concerto... E eu que queria tanto. Será que anda por aí alguma alma caridosa que queira dispensar o seu bilhete para deixar aqui a menina feliz e contente?!?

 

Resta-me esperar...

 

 

 

 

sinto-me:

publicado por Pinky às 09:37
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

Quando A Cabeça Não Tem Juizo, O Corpo É Que Paga...

 

Ontem as aulas ficaram para quem lá foi, pois a menina decidiu que era dia de fazer gazeta! Também mereço! Jantar  em casa da melhor amiga e depois Festa! Houve direito a bolo, velinhas e parabéns cantados a uma menina que bem merece! Festa que é festa tem que ter musica, por isso lá fomos de sorriso no rosto em busca de diversão. E não é que tivemos mesmo! Foi uma noite de exageros confesso! Uma noite um tanto ou quanto irresponsável porque hoje era dia de trabalho! Mas enfim, dias não são dias! E fazia tudo outra vez! Houve álcool a mais ingerido. Hoje tive que me aguentar à bomboca! Andei a manhã a chazinho! Foi uma noite de cantigas, de danças, de muitas trocas de sorrisos e de olhares. Uma noite fora da rotina, que me deixou de rastos mas que me soube muito bem.

 

- Posso escolher a musica?!

- Pede-me qualquer coisa que eu faço, menos para cantar.

 

(ele que não me diga isso outra vez, posso não responder por mim!!)

 

 

 

Bom Fim de Semana!

 

 


publicado por Pinky às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

A Vida À Base De Comprimidos

 

Perdemos tempo com coisas pouco importantes. Deixamos de fazer isto e aquilo porque não se deve, porque é feio, porque os outros vão comentar, porque é fora do "chamado" normal, porque namoramos, porque somos casados...Caramba! A vida assim não tem graça e não  tem que ser assim! Já imaginaram se inventassem comprimidos para algumas situações??

 

A principio parece uma ideia estúpida eu sei, mas que dava um jeitão, lá isso dava. Ora pensem lá... Já pensaram no tempo que perdemos enquanto dormimos? O sono podia ser substituído por um simples comprimido, o tempo ganho para fazer outras coisas era mais que muito. Deixava de haver namorados e namoradas, passam antes a haver comprimidos para todos os desejos e vontades, quero um beijo, lá vai um comprimido, agora apetecia-me um abraço daqueles, outro comprimido...

 

As coisas eram bem mais simples e não havia tantas chatices e tantas discussões porque fazes isto e aquilo e não devias porque isto e porque aquilo.

 

Podem rir! Eu deixo! Sei que a ideia é um cadinho, vá, um cadinho grande parvinha, mas ás vezes dava jeito. Dava ou não dava? :p

 

 

(vai mas é trabalhar e deixa-te de ideias parvas... ai ai ai)

 

 

 

sinto-me:

publicado por Pinky às 13:54
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Outubro de 2009

Ninguém O Vê Mas Todos O Sentem

Não há uma definição universalmente aceite para aquilo que é e quão é importante a sua presença na vida das pessoas.

Todos nós, pelo menos uma vez na vida, temos que o sentir. Quando chega vem de rompante e deixa-nos a pensar a cada instante naquilo que nos faz mover naquele momento. É difícil encontrar adjectivos que consigam caracterizá-lo. Eu estou a tentar, em breves linhas, fazê-lo. Poderia ouvir uma música, ler poemas, observar expressões… há uma cifra de possibilidades e de análises que podem ser feitas com um único propósito: encontrar uma definição. O melhor mesmo é olhar para trás ou projectar-me no futuro e pensar naquilo que me fará encontrar a minha definição, os meus adjectivos.

O que eu gostava de conseguir descrever é uma mescla de sentimentos num só. É sentir calor, arrepios de frio, saudade, pensamentos multiplicados a cada bilionésimo de segundo, é sentir o peito a estremecer, é suar a alma e olhar o vazio encontrando uma única luz. Também pode ser apertar a mão, beijar a testa, tocar o rosto, inesquecer, conhecer o cheiro, saber quais os sabores que deliciam e quais os agostos, conhecer a música e a cor preferida, reconhecer as mãos de entre um milhar delas, é um sentimento.

É um sentimento que nos permite reconhecer um beijo, um olhar, um abraço, um gesto... Faz-nos sonhar e dá-nos força para tornar os desejos de outra pessoa em realidade. Num pesadelo, é saber que há uma saída que nos é muito familiar. É algo que necessita de uma reinvenção diária, sob pena de esmorecer, e que sabe como comandar todos os seres que o conhecem...

É peculiar a ponto de não escolher sexos, idades, etnias, nacionalidades, cores de pele, olhos ou cabelo... Despoleta fenómenos curiosos como a melosidade, a renomeação ou a cegueira. A melosidade é aquilo a que vulgarmente chamamos ser meloso. Esse fenómeno faz-nos encher o coração de uma substância líquida e peganhenta que mais tarde sai por cada poro da nossa pele e faz com que fiquemos completamente presos, faz com que não nos larguemos… A renomeação são todos aqueles nomes ou diminutivos que surgem... A cegueira é quando não vemos mais nada à frente...

É saber que há complementaridade numa música, num local, num objecto, num corpo celeste...

Mas nem tudo são coisas boas, os dias maus também são uma realidade. Quando os dias não correm bem faz-nos ficar com um nó na garganta, provoca lágrimas, leva-nos o apetite, tira-nos o sono e rouba-nos a paciência e a racionalidade… Quer dizer, a racionalidade tem acessos de fúria e raramente dá sinal de vida quando esse malfadado ou adorado sentimento está presente.

Pode ser sentido multidireccionalmente e nem sempre existe reciprocidade. A sua essência, para mim, assenta num par de palavras: dedicação & respeito.

É ele!

 

 

Escrito por: Marco Faleiro

 


publicado por Pinky às 08:48
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

E Porque Merecemos...

 

Este fim-de-semana foi dividido entre sossego, descanso, compras e diversão. Depois da difícil tarefa, lá chegámos ao destino, Dolce Vita Tejo. Acreditem que não foi fácil! Pensámos que estávamos a chegar quando nos apercebemos que estávamos de novo em direcção a casa! Ida às compras com a melhor amiga não é ida às compras senão acontecer peripécias destas! Passamos uma tarde inteira de loja em loja, a fazer das nossas! Os provadores da H&M nunca mais serão os mesmos. Sabem porque? Eu conto! As meninas escolheram uma toillete para cada uma e decidiram ir tirar fotos para os provadores! Muitas gargalhadas, muitas fotos e muitos flashes a saírem daqueles provadores que por sinal estavam cheios. Resultado, uma bailarina e uma prostituta de skate na mão! Só visto! No fim voltei e não sei se de propósito ou não, levei com a má educação das colaboradoras da H&M, que no fim vá lá, melhorou! Umas botas e dois vernizes foram as minhas compras! Anda poupadinha a menina! Já a melhor amiga saiu de lá traumatizada por ter gasto um dinheirão numas botas que achou o máximo mas que não deviam custar tanto dinheiro! Enfim! É a vida! Veio o caminho quase todo a tentar convencer-se de que fez bem e que foi uma óptima compra.

 

Boa Semama!

 

 

sinto-me:

publicado por Pinky às 12:29
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Outubro de 2009

Amada Por Uns Odiada Por Outros

 

É certo que não podemos agradar a gregos e a troianos, mas não será possível haver um meio-termo? Não, não aqui com a menina! Menina de feitiozinho complicado e sensível, que é amada por aqueles que a conhecem verdadeiramente e odiada por aqueles que acham que a conhecem, que se acham no direito de dar palpites, ah e tal, ela é assim porque isto e porque aquilo! Pessoas que fingem ser aquilo que não são, que dizem aquilo que não querem, mas que apenas dizem porque acham que fica bem dizer! Pessoas que dão graxa à chefinha, porque até calha bem ela gostar de mim! (pode ser que me dê menos trabalho e me desenrasque quando precisar!). Pessoas que sentem alguma comichão por a menina ter chegado onde chegou, com a idade que tem, enfim…

Mas felizmente há o outro lado da moeda, as pessoas que me conhecem e que sabem aquilo que valho e aquilo que sou! Que me dão valor, que compreendem que por vezes o meu papel não é fácil e que mesmo assim me apoiam. Pessoas com que posso contar, crescidinhas o suficiente para saberem separar o trabalho do convívio.

Aqui com a menina, no que diz respeito ao local de trabalho, parece não haver meias medidas, ou se gosta ou não se gosta! Pronto! É a vida! Felizmente aprendi cedo a lidar bem com isso!


publicado por Pinky às 10:59
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Quero, Quero, Quero

 

 

Quero um amor sincero, terno, apaixonado, completo e incondicional…Um amor que me faça sentir importante! Quero um amor que me valorize. Quero um amor sem orgulhos parvos. Quero um amor sem mentiras. Quero um amor de momentos, momentos de amor, de brincadeiras, de caminhar de mão dada, de gargalhadas, de confidências, de aventuras, de dedicação, de cumplicidade, de compreensão, de paixão, de loucuras… quero um amor que transforme em realidade todos os meus sonhos… quero um amor que me faça andar todos os dias com um sorriso nos lábios. Quero um amor para todas a horas…

 

Quero, quero, quero!

 

 

sinto-me:

publicado por Pinky às 09:23
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2009

Não Há Paciência

 

 

Se há coisa que me tira do sério, é clientes limitados que teimam em dizer que 2+2 não são 4, depois de uma pessoa ter explicado delicadamente mais de mil vezes o assunto e o porquê de ter acontecido. Mas estas aves raras continuam lá na cabecinha delas a achar que têm toda a razão do mundo! Oh God! Não sei se é por ser segunda feira, mas hoje falta-me a paciência para este tipo de gente!

 

Que belo inicio de semana!

 

 

sinto-me: Grrrrrrrrrrrrrrrrrr

publicado por Pinky às 15:23
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

Memórias De Infância

 

 

 

Ontem ainda não tinha nada pensado e hoje também não tenho nada em concreto. Pensei que o mais fácil seria falar da minha infância, aproveitando para estar do vosso lado, mostrar que vos percebo…

Quando era pequeno havia quatro coisas que eu abominava: castigos, regras diferenciadas, gritos e o sofá ocupado…

Lembro-me de quando me armava em artista e a minha mãe me punha de castigo… Por que raio tinha eu de ir para o quarto e ela ficar do lado de fora?! – Muito injusto!

Mas o que eu achava mesmo péssimo era haver regras para adultos e regras para crianças… Eles podiam comer chocolate quando quisessem… Por que tinha eu de pedir para comer chocolates?! Só me contentava quando havia algum pendurado na árvore de Natal. Árvores de Natal que naquela altura eram ornamentadas com notas de mil ou quinhentos escudos… Um clássico!

Os gritos… Aborrecia-me quando os adultos falavam muito alto comigo! Lá deviam pensar que eu era uma velhota de oitenta anos e já mouca, ou então que estavam a falar para alguém que estava lá ao longe…

Para além de gritarem os adultos também gostam muito de interromper as crianças… Interromper as crianças e ocupar os sofás. Onde é que eu me sentava?! Tinha lá um cantinho, bem cantinho, onde tinha de levar com os pés da minha mãe… Era certo que na maior parte das vezes o sofá pertencia-me mas eu queria-o para mim todos os dias… Era meu, ponto! Foi aqui que criei aversão a pés...

Mas lá em casa também tinha um irmão e um pai… Pessoas que foram muito importantes na minha educação, principalmente a nível clubístico…

O meu pai só precisava de assobiar à janela quando eu andava a jogar às escondidas que eu me punha logo na alheta… Lá devia pensar que eu era o cãozinho lá de casa! Mas fez-me sócio do Glorioso logo aos três anos.

O meu irmão tornou-se num ídolo, apesar de se ter aproveitado de ser mais velho… O mais novo sofre sempre! Eu sofria por causa dos copos de água ou Coca-Cola... Mas era por amor à camisola.

- Marco, vai buscar-me um copo de água!

- Não vou nada!

- Se não fores és do Sporting…

E eu lá ia, todo contente da vida pelo facto do meu irmão me considerar um verdadeiro benfiquista!

Ontem, tive de ir ter com ele para me ajudar com este texto é que isto de se rirem à minha conta tem muita piada, mas só tem piada para vocês…

 

 

Escrito por: Faleiro

 

Obrigada e um beijinho para ti! ;)

 


publicado por Pinky às 09:07
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Verdade ou Mentira

. Hoje É Assim

. É Estúpido

. Love

. ...

. Trabalho

. A Chegar Ao Fim

.mais comentados

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Chorei Por Ti

. 2009 - O Ano De Crescimen...

. Desde Que Partiste...

. Ninguém O Vê Mas Todos O ...

. Hoje, Mais Do Que Ontem.....

. Simplesmente Porque Sim

. o teu "sim" tremido

.links

.arquivos

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds